Ciclismo e Mountain Bike: regras, dicas e benefícios

O ciclismo é um esporte de origem inglesa do século XIX. Pode ser praticado tanto por homens quanto mulheres e o espaço em que tais atividades são realizadas é preferencialmente aberto. Para cada divisão do ciclismo, é escolhido um determinado ambiente, podendo esse se tratar de uma estrada, de uma pista planejada ou de terrenos sem asfaltamento.

O principal objetivo do ciclismo é, de forma geral, alcançar uma determinada meta no menor tempo possível. Essa meta consiste, em grande parte das vezes, percorrer certo espaço e alcançar seu fim antes dos demais participantes da corrida. O intrumento utilizado para que esse esporte possa ser praticado é uma bicicleta apropriada.

Tudo sobre Ciclismo de Estrada, Pista e Mountain Bike

 

Entretanto, é recomendável que outros equipamentos sejam usados para garantir a integridade física dos competidores, em caso de acidentes, por exemplo. Os equipamentos mais usados pela maioria dos competidores são capacetes, luvas e roupas com propriedades de regulação térmica e com função de proteção com a exposição exagerada à luz solar. O ciclismo é uma modalidade dos Jogos Olímpicos.

O ciclismo de estrada

A entidade responsável pela promoção de eventos relacionados ao ciclismo e do estabelecimento de regras e classificações é a UCI, União Ciclística Internacional. De acordo com ela, o ciclismo de estrada pode ser praticado de várias formas, tais como:

  • Provas de um dia: Como o nome diz, as provas têm duração de apenas um dia. As distâncias a serem percorridas pelas equipes podem variar de 60 a 280 quilômetros. A equipe vencedora é aquela que conseguir alcançar a linha de chegada primeiro.
  • Provas contra o relógio: Nesse tipo de prova, os ciclistas ou a equipe de ciclistas percorrem distâncias que podem variar de 15 a 80 quilômetros. É considerado vencedor aquele que conseguir completar o percurso em um menor intervalo de tempo.
  • Provas por etapas: Nelas, os ciclistas ou as equipes de ciclistas devem ser capazes de realizar cada uma das provas no menor tempo possível. É considerado vencedor da prova aquele que conseguir acumular menos tempo durante esse processo.
  • Ultra maratonas: São provas maiores, tanto na duração quanto no espaço utilizado para a prática da modalidade. Normalmente são percorridas grandes distâncias, o que faz com que a corrida dure dias.

O ciclismo de montanha

Também é conhecido como moutain bike. Assim como as outras formas de ciclismo, pode ser dividido de acordo com as variações das provas. As modalidades mais conhecidas são:

  • Cross-country: Também chamado de XCO. As distâncias a serem percorridas podem variar de 30 a 40 quilômetros. A modalidade é praticada em terrenos com grandes subidas e descidas.
  • Trip Trail: Também chamado de maratona. Pode durar de dois a três dias e tem percursos longos que podem levar o ciclista de um ponto a outro, bem como podem levá-lo de um ponto ao ponto de início da prova.
  • Downhill: O percurso dessa modalidade consiste basicamente em descidas, com poucos trechos de retas. É uma prova que contém certo risco, por conta de ter muitos obstáculos ao longo do percurso.
  • Freeride: É uma espécia de variação do Downhill. A diferença, entretanto, consiste nos ambientes em que tal prova é feita, como, por exemplo, meios urbanos. Os Freerides podem ser feitos em regiões que não tenham apenas descidas.
  • BMX: O nome consiste em uma contração do termo Bicycle Motocross. Disputam-se as provas em um circuito que contenha obstáculos.
  • 4X: Essa modalidade é disputada em terrenos inclinados que contêm obstáculos. Esses obstáculos derivam da modalidade BMX.
  • Enduro de Regularidade: Nessa modalidade, há uma pontuação envolvida. Sendo assim, o objetivo principal é ser o competidor mais regular. Para cada falha cometida pelo ciclista ao longo do percurso, são descontados pontos e, para cada tempo economizado, são dados pontos. É comumente disputados em duplas.
Gostou? Então compartilhe: