Conheça as regras do Judô: golpes, história e todas as suas técnicas

O judô é um esporte de origem japonesa do século XVII. É considerado uma arte marcial e pode ser praticado tanto por homens quanto mulheres. Não há objetos para essa prática, apenas o uso do próprio corpo. É necessário, entretanto, que haja uma vestimenta adequada. O nome de tal vestimenta é judogui e é composto por três peças: Um casaco, de nome wagui, uma calça, de nome shitabaki, e uma faixa, de nome obi.

Tudo sobre Judô e suas regras.

O objetivo principal dessa prática, como modalidade esportiva, a conquista de pontos, feita ao levar o oponente ao chão e imobilizá-lo, fazendo com que suas costas ou seus ombros permaneçam tocando o tatame durante 30 segundos. O judô atualmente é uma modalidade dos Jogos Olímpicos. A entidade de âmbito global responsável pela promoção e fiscalização e eventos, bem como a manutenção de regras desse esporte é a IJF, Federação Internacional de Judô.

As faixas do judô

As chamadas graduações do judô consistem na classificação do judoca de acordo com seu desempenho físico e pessoal na prática do esporte. São usados diversos critérios, tais como duração do tempo de treino, idade e comportamento durante jogos. Quando um indivíduo melhra seu desempenho, ele troca a cor da faixa que é usada em seu quimono. A sequência das cores das faixas, em ordem crescente, é:

  • Branca
  • Cinza
  • Azul
  • Amarela
  • Laranja
  • Verde
  • Roxa
  • Marrom
  • Preta

As regras do judô

  1. Pratica-se o judô em um tatame de forma quadrada, com medidas que variam de 14 a 16 metros.
  2. As lutas tem duração máxima de certa de 5 minutos.
  3. O objetivo da luta é conquistar o ippon, que consiste na imobilização do oponente por 30 segundos.
  4. Caso nenhum dos lutadores consiga um ippon ao final da partida, são consideradas as vantagens adquiridas por cada um ao longo da partida e dá-se o ponto àquele que tiver mais.
  5. O ippon também pode ser conqusitado de outras formas: o wazari é considerado um ippon incompleto. Ocorre, por exemplo, quando o lutador imobiliza seu oponente com apenas um ombro no chão. Cada wazari vale meio ponto. Dessa forma, dois wazari equivalem a um ippon.
  6. Além disso, há o yuko, que vale um terço de ponto. Ocorro quando o adversário cai de lado no tatame.
  7. Há, também, o kako, que apresenta a menor pontuação do esporte. Vale um quarto de ponto. Ocorre quando o adversário cai sentado no tatame.
  8. Essas formas de queda em questão não finalizam a luta, mas permitem ao lutador o acúmulo de pontos para vencê-la.

As penalizações durante uma luta

  • Shido: É uma penalização fraca, que não faz com que o adversário ganhe pontos.
  • Chui: É aplicado em casos mais graves ou quando se aplica a um lutador seu segundo shido.
  • Keikoku: É atribuído quando o lutador já tem um chui e recebe um shido. Essa penalidade não encerra o combate, entretanto é aplicada em infrações graves.
  • Hansoku-Make: É aplicado em casos de infração grave. Na aplicação do hansoku-make, o lutador é expulso e a vitória de seu adversário é declarada.
Gostou? Então compartilhe: