Regras do Polo Aquático: curiosidades, benefício, natação, história e federação

O Polo Aquático (não confundir com Polo Equestre) é um esporte de origem inglesa do século XIX. Como o próprio nome diz, é um esporte que deve ser praticado em piscinas, podendo essas terem dimensões mínimas de 10 x 20 metros e dimensões máximas de 20 metros x 30 metros, assim como 2 metros de profundidade.

Sua estrutura e suas características se assemelham às do futebol. Uma partida de polo aquático é disputada por duas equipes, cada uma com 7 jogadores na linha e 6 jogadores na reserva. Os integrantes de cada time são diferenciados pelas cores das toucas.

Como jogar Polo Aquático - Conheça as regras

 

O único objeto usado nesse esporte é uma bola e o objetivo do jogo consiste na marcação de pontos, fazendo com que a bola atravesse a baliza localizada na extremidade do campo adversário.

A entidade em âmbito global responsável pela organização de eventos é a FINA, Federação Internacional de Natação, e a entidade nacional é a CBDA, Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos. O polo aquático foi uma das principais modalidade dos Jogos Olímpicos modernos.

As marcações do campo

  • Marcação vermelha: Está localizada a 2 metros da linha do gol. Não é permitido que os jogadores recebam passes dentro da área limitada por ela, bem como não é permitido permanecer por muito tempo nela.
  • Marcação amarela: Está localizada a 5 metros da linha do gol. Pênaltis são cobrados sobre essa linha.
  • Marcações brancas: Estão localizadas sobre a linha do gol, bem como no meio de campo. Delimita a área do goleiro.

As regras do polo aquático

  1. As partidas têm duração média de 32 minutos, sendo esses divididos em quatro tempos de 8 minutos.
  2. É permitido conduzir a bola de qualquer forma, exceto com as duas mãos. Também não é permitido aplicar sobre ela golpes que envolvam o punho, ou seja, a mão fechada.
  3. É permitido ao goleiro pisar do chão, segurar a bola com as duas mãos e aplicar a ela golpes com a mão fechada.
  4. Cada uma das equipes dispõe de 30 segundos para realizar uma jogada a fim de marcar um gol. Esse tempo é reiniciado quando a equipe recupera a posse de bola ou quando ela consegue fazer um gol.
  5. Faltas simples: São apontadas pelo árbitro e devem ser cobradas atrás ou no mesmo canto em que aconteceu.
  6. Faltas graves: São apontadas pelo árbitro e elimina da partida o jogador responsável por 20 segundos. O jogador que for retirado três vezes por falta grave é eliminado definitivamente do jogo.
  7. Faltas muito graves: São, em geral, agressões físicas a outros jogadores. O participante que cometer uma falta muito grave é suspenso definitivamente da partida e pode ou não ser substituído.
  8. Pênalti: É cobrado quando uma falta grave impede a realização de um gol provável.
  9. A equipe vencedora é aquela que, ao final dos quatro tempos, tiver marcado o maior número de gols.
  10. Em caso de empate, há prorrogação de tempo variável e, caso o empate persista, há uma série de pênaltis.
Gostou? Então compartilhe: