Tudo sobre Hipismo: regras, jogos, história, culote e spur

O Hipismo é a arte de montar a cavalo. Pode ser praticado por homens assim como pode ser praticado por mulheres, em espaços tanto abertos quanto fechados. Fez parte dos Jogos Olímpicos Antigos e faz parte dos Jogos Olímpicos Modernos, bem como de outros eventos esportivos.

Os objetos usados nessa prática são equipamentos que conferem ao cavaleiro segurança e proteção contra certos acidentes. O hipismo como modalidade esportiva engloba uma série de atividades, bem como a ultrapassagem de obstáculos, provas de salto e de corridas.

O objetivo desse esporte, portanto, é o cumprimento das atividades propostas, muitas vezes no menor espaço de tempo possível.

Tudo sobre Hipismo

As confederações do Hipismo

O hipismo possui entidades brasileiras e internacionais, que são responsáveis pela promoção de eventos e pela fiscalização de certas questões ligadas a esse esporte. O grupo brasileiro encarregado dessas tarefas é a CBH, Confederação Brasileira de Hipismo. O grupo internacional, por sua vez, é a FEI, Federação Equestre Internacional.

As provas Olímpicas de Hipismo

  • Adestramento: Consiste no cumprimento de certos movimentos pré-estabelecidos com dificuldades variadas, pelo cavaleiro e pelo cavalo. Os movimentos são denominados “figuras”. O objetivo dessa modalidade é a execução perfeita do que é imposto.
  • Salto: O cavaleiro e o cavalo devem andar por um percurso que varia de 700 a 900 metros, saltando por obstáculos cujo número pode ir de 10 a 15. O objetivo é cumprir essa meta no menor número de tempo cometendo a menor quantidade possível de erros.
  • CCE: Sigla que quer dizer Concurso Completo de Equitação. Consiste no cunjunto de três provas, sendo elas o adestramento, o salto e o cross-country. São avaliadas simultaneamente diversas competências do cavaleiro.

Outras modalidades

  • Enduro
  • Volteio
  • Atrelagem
  • Rédeas
  • Polo
Gostou? Então compartilhe: